Natural Body apresenta

A solução para o sono perfeito. Durma melhor com Zleep.me

Melhore a qualidade do seu sono com Zleep.me

73 milhões de pessoas sofrem com problemas de sono no Brasil e poderiam estar se sentindo mais dispostas todos os dias. A Zleep vai te ajudar!

Pegue no sono facilmente

Sem Interrupções

Sinta - se Renovado

Compra 100% segura! Receba seu código de rastreio em até 2 dias após a confirmação de pagamento.

Fórmula importada exclusiva com melatonina e extrato de flor de maracujá

Produto Importado

Super Concentrado

Um pote dura 3 meses

Uma Unica Goma ao dia

Zleep.me em gomas: tudo
que você precisa saber

O que é o Zleep.me?

É um produto contendo melatonina e extrato de flor do maracujá. A melatonina é um hormônio produzido naturalmente pelo cérebro humano, conhecida como “hormônio do sono”. É produzida pela glândula pineal no cérebro.

Para que serve?

A melatonina auxilia no ciclo vigília-sono (também chamado de “relógio biológico”), segundo a Anvisa. Com níveis mais altos no organismo, pode ajudar a adormecer. Isso porque ela sinaliza ao corpo que é noite.

Quando tomar Zleep.me?

Como a melatonina age como sinalizador ao corpo (relógio biológico) que é noite, preferencialmente deve-se tomar em cápsulas no período noturno, antes de deitar na cama, por exemplo.

Quem pode tomar Zleep.me?

O suplemento alimentar de melatonina em cápsula pode consumido a partir dos seis anos de idade.

PLANOS ESPECIAIS Zleep.me

Para trazer mais economia e praticidade para a sua vida, e pensando em te ajudar a manter a continuidade do tratamento natura, criamos os Combos Promocionais Zleep.me:

MAIS VENDIDO
3 MESES
DE TRATAMENTO

cada pote contém 90 gomas e dura 3 meses

POR APENAS 12x SEM JUROS DE:

R$ 8,25

R$ 33,00 por mês de tratamento

6 MESES
DE TRATAMENTO

cada pote contém 90 gomas e dura 3 meses

POR APENAS 12x SEM JUROS DE:

R$ 16,50

R$ 33,00 por mês de tratamento

SUA COMPRA 100% GARANTIDA

Não se preocupe! Comprar
é
100% SEGURO , fácil e rápido!

Seus dados pessoais estão protegidos, eles não são compartilhados de nenhuma forma.

Entrega garantida com total segurança e política de devolução.. Pode levar até 30 dias para recebimento

Dados financeiros secretos
e protegidos.

Site 100% confiável e autenticado por empresas de segurança.

FIQUE TOTALMENTE TRANQUILO COM NOSSA COMPRA COM SEGURO DE PERDA E/OU EXTRAVIO

Nossa missão é levar saúde e tranquilidade para nossos clientes através de nossos produtos. E foi pensando nisso que criamos a Garantia de Perda e Extravio. Caso seja confirmado a perda ou extravio de sua compra conosco, nós enviaremos outro pedido de imediato para você.

Perguntas
FREQUENTES

Encontre respostas às dúvidas
mais comuns sobre o curso.

Ainda precisa de ajuda?
Fale com um dos nossos
especialistas

Eles são uma forma de diagnosticar uma suspeita de infecção.

O autoteste é parecido com o teste rápido de antígeno, mas pode ser feito por leigos, em casa. O kit vem com um dispositivo de teste, tampão de extração, filtro e o swab — uma espécie de cotonete usado para a coleta nasal, a mais comum.

O chamado “teste de antígeno” é capaz de identificar o antígeno viral, que é uma estrutura do vírus que faz com que o corpo produza uma resposta imunológica contra ele – os anticorpos.

“O autoteste é uma ferramenta que ajuda na questão do acompanhamento. A pessoa pode fazer o teste para saber se ainda está positiva, mas principalmente na prevenção. Ela pode se testar para poder evitar a transmissão”, explica o infectologista Alberto Chebabo, presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

Independentemente dos sintomas, a Anvisa recomenda que a pessoa procure o serviço de saúde para confirmação e notificação do caso. Mas deixa aberta a possibilidade de a pessoa fazer apenas o isolamento se não precisar de atendimento médico. 

Porém, para Otsuka, da SBI, mesmo sem sintomas é preciso buscar ajuda profissional até para saber o período correto de isolamento.

…negativo, e não há sintomas

Se houve contato com alguém contaminado, repita o teste um ou dois dias depois disso. Por precaução, isole-se durante cinco dias.

…negativo, com sintomas

Também é indicado repetir o autoteste um ou dois dias depois, mas, nesse caso, é preciso ficar de olho nos sintomas. Se começarem a se agravar, é indicado buscar um médico para confirmar o diagnóstico e receber orientações de cuidados.

Você deve fazer de três a sete dias após o surgimento dos sintomas. “Esse é o intervalo que traz melhor confiança nos resultados, segundo os fabricantes”, orienta o microbiologista Luiz Gustavo Almeida, do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da Universidade de São Paulo (USP).

O microbiologista explica que ao entrar em contato com alguém infectado, é preciso esperar alguns dias para evitar o falso negativo. “Se você fizer no dia seguinte ao contato, é muito provável que o resultado seja negativo. Isso porque não tem uma quantidade suficiente de vírus no seu corpo para que o teste consiga detectar”.

A lista de todos os testes de pesquisa do antígeno aprovados como autoteste pode ser consultada no site da ANVISA.

Essa relação é atualizada constantemente para incluir os produtos conforme forem sendo aprovados, ou excluir, caso haja o cancelamento do registro.

Nosso produto é registrado na ANVISA, clique aqui para acessar o certificado.

As orientações quanto ao tempo de isolamento são definidas pelo Ministério da Saúde e variam de acordo com a situação, para quem teve sintomas leves como febre, tosse, dor de garganta, coriza, dor de cabeça, perdas olfativas/gustativas (não sente cheiro e nem gosto) e dores no corpo :

Se ao final do 5º dia desde o início dos sintomas você não apresentar febre há mais de 24h, nem sintomas respiratórios e tiver um teste de antígeno, autoteste ou RT-PCR com resultado negativo: pode suspender o isolamento, no entanto, deve manter todas as medidas preventivas, como o uso de máscara e álcool gel; evitar locais com aglomerações (como ônibus); evitar contato com pessoas imunocomprometidas ou que apresentam fatores de risco e evitar viagens até o final do 10 dia de início dos sintomas.

Se o resultado do teste, nas condições anteriores for positivo, deve-se manter o isolamento até o final do 10º dia de início de sintomas, além de todas as medidas preventivas. Caso ao final do 5º dia de início do quadro ainda existam sintomas, deve-se reavaliar ao final do 7º e do 10º dia. Se ao final desse período você não tenha febre há mais de 24 horas e não tenha mais sintomas respiratórios, pode suspender o isolamento mantendo as medidas preventivas como o uso de máscara e álcool gel; evitar locais com aglomerações (como ônibus); evitar contato com pessoas imunocomprometidas ou que apresentam fatores de risco e evitar viagens até o final do 10 dia de início dos sintomas.

Nessas duas situações não é preciso ter realizado novo teste para sair do isolamento. Após o término do período do isolamento é importante manter em dia a vacinação para evitar as internações e os óbitos pela doença, principalmente entre os grupos de maior risco para agravamento. Também é imprescindível preservar o distanciamento físico, utilizar adequadamente a máscara de proteção, higienizar as mãos com frequência.

O resultado negativo indica que não foi detectado o antígeno. É importante destacar que esse resultado não descarta a possibilidade de infecção pelo vírus, pois a testagem pode ter sido feita durante o período de incubação, ter havido erro na execução do ensaio ou na coleta da amostra ou mesmo a carga viral estar abaixo da capacidade de detecção do teste no dia da coleta da amostra.

Portanto, se você obteve um resultado negativo com um autoteste e não apresenta sintomas é preciso manter as medidas de prevenção.

Se observar o surgimento de sintomas ou se tiver tido contato com pessoas confirmadas, siga as orientações da pergunta “quando devo usar um autoteste?” Se você obteve resultado negativo mas apresenta sintomas como febre, tosse, dor de garganta, coriza, dor de cabeça, perdas olfativas/gustativas (não sente cheiro e nem gosto) e dores no corpo é importante realizar outro teste ou procurar atendimento em um serviço de saúde para avaliação.

Se permanecer a suspeita a realização de teste de RT-PCR é recomendada. Por serem sintomas comuns de outras doenças, outros exames podem ser indicados nos serviços de saúde, como os de diagnóstico de influenza e de outros vírus respiratórios.

O resultado inválido não tem valor, isto é, ele não pode ser considerado. Deve-se descartar o produto e realizar um novo teste.

Entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) indicado na embalagem do produto para maiores informações. Em breve, a Anvisa também irá disponibilizar para o cidadão um canal para comunicação de desvios de qualidade específico para esse tipo de dispositivo. Caso você seja um profissional de saúde, utilize o sistema Notivisa.

• Usar somente produto aprovado pela Anvisa para essa finalidade.

Para conhecer a relação de produtos AUTOTESTES aprovados clique aqui.

• Leia as instruções de uso antes de começar o teste e certifique-se de seguir atentamente todos os passos.

Lembre-se de que você vai precisar marcar o tempo após a colocar a amostra no dispositivo de teste. Isso é fundamental para a correta leitura do resultado.

Somente utilize o produto se você se sentir seguro.

Em caso de dúvida, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) indicado na embalagem do produto ou procure um serviço de saúde;

• Verifique a validade do produto na embalagem e se as condições do ambiente (temperatura, umidade) são adequadas;

• Abra a embalagem somente quando for realizar o teste e se precisar guardar o produto, não o armazene em ambiente úmidos ou com excesso de calor ou frio pois isso pode levar a resultados errados (falso positivo ou falso negativo).

• Lave bem as mãos antes de abrir o teste e procure um ambiente limpo e arejado;

• Não realize a testagem em outra pessoa, pois há risco de contaminação, no entanto, a utilização de autoteste em menores de 14 anos somente deve ser feita sob a supervisão de um adulto.

• Utilize somente a amostra indicada nas instruções de uso do produto (saliva ou swab nasal). Se o seu autoteste for indicado para amostra obtida por swab nasal, procure um ambiente arejado para evitar o risco de contaminação de outras pessoas, caso tenha vontade de espirrar durante coleta;

• Fique atento ao tempo da leitura do resultado indicado nas instruções de uso. Não interprete o resultado antes ou depois do tempo estipulado. Isso é fundamental para garantir a leitura correta.

• Independente do seu resultado, lembre-se que o uso de máscaras, a vacinação e o distanciamento físico são medidas que protegem você e outras pessoas, pois reduzem as chances de espalhamento.

• Caso identifique problemas com o produto entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) indicado na embalagem para maiores informações. Em breve, a Anvisa também irá disponibilizar para o cidadão um canal para comunicação de desvios de qualidade específico para esse tipo de dispositivo. Caso você seja um profissional de saúde, utilize o sistema Notivisa.

Como o autoteste pode ser utilizado por qualquer indivíduo, sintomático ou não, independentemente de seu estado vacinal ou idade, não há restrição para que empresas forneçam aos seus funcionários.

Os produtos que foram proibidos ou suspensos pela Anvisa, assim como as empresas comercializando de forma irregular podem ser consultados clicando aqui.

Essa relação é atualizada constantemente para incluir os produtos conforme resoluções publicadas no Diário Oficial da União.

Compra 100% segura! Receba seu código de rastreio em até 2 dias após a confirmação de pagamento.

Copyright © 2022 – Natural Body. Todos os direitos reservados.